Início Blog FBR Team Como recarregar e sacar criptomoedas e vice-versa?
Como faço para retirar meu dinheiro de criptomoedas

Como recarregar e sacar criptomoedas e vice-versa?

Explore o processo de retirada e financiamento de criptomoedas com nosso guia.

Publicado em 10 nov 2023

Conteúdo do artigo:

Vamos falar sobre como sacar criptomoedas para o cartão e vice-versa. Nesse contexto, a chave é entender um método simples e seguro de realizar essas transações. Como regra geral, para sacar criptomoedas para o cartão, você precisa seguir algumas etapas, como selecionar uma bolsa ou plataforma adequada, especificar o valor e confirmar a transação. Vamos dar uma olhada mais de perto nesse conveniente mecanismo de gerenciamento de ativos digitais que oferece ao usuário acesso fácil e seguro aos seus fundos.

Entendendo as carteiras de criptomoedas: tipos e funções

As carteiras de criptomoedas são cofres digitais que armazenam suas criptomoedas, como Bitcoin, Etherium. Essas carteiras são de diferentes tipos, incluindo carteiras de software, carteiras de hardware e carteiras de papel. As carteiras de software podem ser de desktop, móveis ou baseadas na Internet, enquanto as carteiras de hardware são dispositivos físicos semelhantes a unidades USB. As carteiras de papel, por outro lado, são cópias impressas de suas chaves públicas e privadas.

Cada tipo de carteira tem suas próprias vantagens e desvantagens, dependendo da acessibilidade, da conveniência e da segurança. Por exemplo, as carteiras de hardware são geralmente consideradas o tipo mais seguro de carteira porque armazenam suas chaves privadas off-line, enquanto as carteiras de software são mais convenientes, mas mais vulneráveis a ataques de hackers. É extremamente importante entender os diferentes tipos de carteiras de criptomoedas e seus recursos antes de escolher a mais adequada às suas necessidades.

A criptomoeda mais conveniente

Há muitas opções no mundo das criptomoedas, inclusive Bitcoin e Ethereum, mas, em termos de conveniência, a criptomoeda TRC20 é, sem dúvida, a melhor opção do mercado. Ao contrário do Bitcoin ou do Ethereum, o TRC20 dá a certeza de que um valor de 1 USDT é equivalente a 1 dólar. Isso torna o processo de liquidação de transações ou comércio extremamente conveniente e fácil de entender, o que é uma grande vantagem para empresas e indivíduos.

É importante observar que o TRC20 não deve ser confundido com os protocolos ERC20 que são comumente usados na Ethereum. Embora o ERC20 seja outra opção popular de criptomoeda, o protocolo TRC20 é considerado mais favorável por vários motivos. Uma diferença significativa é que o TRC20 é mais rápido e mais barato para transferir, o que é ideal para quem deseja concluir suas transações de maneira oportuna e econômica. Além disso, o TRC20 tem taxas de transação mais baixas em comparação com o Bitcoin e o Ethereum, o que o torna uma das opções mais acessíveis para quem precisa de uma criptomoeda confiável para transações cotidianas.

No geral, a criptomoeda TRC20 é uma ótima opção para quem valoriza a conveniência e a confiabilidade nas transações e no comércio. Como 1 USDT equivale a US$ 1, o processo de liquidação é simples, o que a torna uma opção conveniente para quem deseja investir ou fazer transações com criptomoedas.

Como recarregar sua carteira de criptomoedas: guia passo a passo

Como sacar criptomoedas para seu cartão? Aqui está um guia passo a passo para carregar sua carteira de criptomoedas:

  • Etapa 1: Escolha uma plataforma de câmbio de criptomoedas que ofereça suporte à criptomoeda que você deseja comprar. Algumas das bolsas mais populares são Coinbase, Binance e Kraken.
  • Etapa 2: Registre-se na bolsa fornecendo seus dados pessoais, como nome, e-mail e senha.
  • Etapa 3: Vincule sua conta bancária ou cartão de crédito/débito à bolsa. Isso permitirá que você compre criptomoedas usando dinheiro fiduciário.
  • Etapa 4: Vá para a seção “Buy” (Comprar) ou “Trade” (Negociar) da bolsa e selecione a criptomoeda que deseja comprar.
  • Etapa 5: digite a quantia de moeda fiduciária que deseja gastar ou a quantia de criptomoeda que deseja comprar.
  • Etapa 6: Confirme os detalhes de sua transação, como o preço de compra, a taxa de transação e o prazo de entrega previsto.
  • Etapa 7: Aguarde até que a bolsa processe sua transação. Isso pode levar de alguns minutos a algumas horas, dependendo da bolsa e do tamanho da transação.
  • Etapa 8: Depois que a transação for confirmada, a criptomoeda será creditada em sua carteira da exchange.
  • Etapa 9: Transfira sua criptomoeda da carteira da exchange para sua própria carteira de criptomoedas. Recomenda-se armazenar suas criptomoedas em uma carteira de criptomoedas por motivos de segurança, pois armazenar suas criptomoedas em uma carteira de câmbio pode expô-las ao risco de ataques de hackers e phishing.
  • Etapa 10: Agora você financiou sua carteira de criptomoedas com sucesso! Você pode usar sua criptomoeda para várias finalidades, como comprar bens e serviços, investir ou negociar.

Como sacar dinheiro de uma carteira de criptomoedas: dicas e truques

Retirar criptomoedas de sua carteira pode ser um processo relativamente simples. No entanto, há algumas dicas e truques que você deve ter em mente para garantir uma transação bem-sucedida.

Em primeiro lugar, certifique-se de verificar novamente o endereço da carteira para a qual está enviando a criptomoeda. Um pequeno erro de digitação pode resultar em uma transação fracassada ou impossível de ser resolvida. Também é importante certificar-se de que está enviando a criptomoeda para uma carteira compatível com a rede blockchain específica à qual a criptomoeda pertence. Por exemplo, se você estiver enviando Ether, deve enviá-la para um endereço de carteira Etherium, não para um endereço de carteira Bitcoin.

Outra dica é ficar de olho nas taxas. As transações de criptomoeda geralmente têm pequenas taxas que são pagas aos mineradores da rede para processar e validar a transação. Antes de sacar sua criptomoeda, verifique as taxas de transação cobradas por sua carteira ou bolsa. Algumas carteiras e bolsas cobram taxas mais altas do que outras, portanto, vale a pena procurar a opção mais econômica.

Você também deve estar ciente do estado atual da rede, pois o alto volume de transações pode levar a taxas elevadas e tempos de transação mais lentos. Ao ficar de olho nas tarifas e no congestionamento da rede, você pode programar seu saque para minimizar os custos e garantir um processo rápido e tranquilo.

Conversão de criptomoeda em dinheiro de cartão de crédito

A conversão de criptomoeda em dinheiro com cartão de crédito nunca foi tão fácil. Atualmente, há muitas plataformas on-line disponíveis que permitem que os usuários transfiram facilmente seus fundos de criptomoeda para seus cartões de crédito seguindo algumas etapas simples. Uma dessas plataformas é a parceria entre a Coinbase e a Visa, na qual os usuários podem gastar instantaneamente e com segurança seus fundos em criptomoedas usando seus cartões de débito Visa. Outras opções incluem Bitpay, Wirex e Binance, que oferecem serviços semelhantes que permitem que as criptomoedas sejam transferidas para cartões de débito, permitindo que os usuários gastem seus fundos em criptomoedas em qualquer terminal POS que aceite cartões de crédito. O processo é seguro e criptografado, mantendo os fundos dos usuários seguros o tempo todo. Com a crescente popularidade das criptomoedas, a disponibilidade de tais plataformas tornou conveniente não apenas investir e armazenar criptomoedas, mas também gastá-las no mundo real.

Embora a conversão de criptomoedas em dinheiro com cartão de crédito tenha se tornado mais fácil, os usuários devem estar atentos aos possíveis riscos, como a volatilidade do preço das criptomoedas. O valor da criptomoeda pode aumentar ou diminuir em questão de minutos, o que pode levar ao risco de perdas financeiras significativas. Portanto, os usuários devem ser cautelosos ao trocar grandes quantidades de criptomoedas por cartões de crédito e certificar-se de que estão cientes das possíveis perdas ou ganhos. Além disso, os usuários devem se certificar de que usam plataformas confiáveis e seguras para converter suas criptomoedas em moedas fiduciárias.

Método P2P para transações de criptomoedas: como funciona?

O método P2P é um sistema descentralizado de transferência de criptomoedas que elimina a necessidade de intermediários, como bancos. Nas transações P2P, ambas as partes envolvidas na transação se comunicam diretamente entre si, seja por meio de plataformas especializadas ou de sistemas tradicionais de mensagens. Esse sistema é executado em uma rede blockchain, que é um registro de acesso público que registra todas as transações realizadas. A rede blockchain é descentralizada e, portanto, confiável e segura. A P2P está se tornando uma forma cada vez mais popular de realizar transações de criptomoedas devido a várias vantagens, como velocidade, segurança, anonimato e baixas taxas de transação.

Para realizar transações P2P, os usuários devem primeiro criar uma carteira digital, que funciona como uma conta bancária virtual para armazenar suas criptomoedas. Os usuários podem então negociar suas criptomoedas com outros usuários diretamente, sem intermediários. Ambas as partes concordam com o valor da transferência e a transação é registrada no blockchain. A transação deve ser verificada e validada por outros usuários na rede para garantir sua precisão e segurança. As transações P2P podem ser feitas por meio de uma variedade de canais, incluindo plataformas P2P dedicadas, como LocalBitcoins e Paxful. Essas plataformas fornecem aos usuários as ferramentas e a infraestrutura para realizar transações seguras e eficientes.

Guia passo a passo da Binance e da Huobi

Este guia o ajudará a entender o processo de fazer transações usando as bolsas de criptomoedas Binance e Huobi. Tanto a Binance quanto a Huobi são bolsas de criptomoedas populares que permitem aos usuários comprar, vender e trocar criptomoedas.

Etapa 1 – Criar uma conta

Para usar a Binance ou a Huobi, primeiro você precisa criar uma conta em seus sites. Esse processo envolve o fornecimento de informações pessoais e a confirmação de sua identidade por meio do processo Know Your Customer (KYC). Depois que sua conta for criada, você poderá começar a negociar criptomoedas.

Etapa 2 – Financiar sua conta

Depois de criar uma conta, você precisa depositar fundos na conta da carteira de criptomoedas. Você pode fazer isso clicando no botão “Deposit” (Depositar) no site e selecionando a criptomoeda que deseja depositar. Em seguida, você receberá um endereço de carteira onde poderá depositar seus fundos. Quando a transação for confirmada, seu saldo de criptomoedas será atualizado.

Etapa 3 – Comprar criptomoedas

Depois de depositar fundos em sua carteira, você pode comprar criptomoedas usando a Binance ou a Huobi. Para comprar criptomoedas, você precisa selecionar a opção apropriada na bolsa e escolher a criptomoeda que deseja comprar. Em seguida, será solicitado que você insira o valor da criptomoeda que deseja comprar e a plataforma retirará os fundos correspondentes de sua carteira.

Etapa 4 – Venda de criptomoedas

Se quiser vender sua criptomoeda, você pode fazê-lo selecionando “Sell” (Vender) na bolsa e selecionando a criptomoeda que deseja vender. Você será solicitado a inserir o valor da criptomoeda que deseja vender e a plataforma mostrará o valor que você receberá em troca. Quando a transação for confirmada, os fundos serão creditados em sua carteira.

Etapa 5 – Sacar criptomoedas

Se quiser sacar criptomoedas os fundos de sua carteira, você pode fazer isso selecionando a opção “Withdraw” (Sacar) na plataforma. Será solicitado que você insira o valor da criptomoeda que deseja sacar e o endereço da carteira para onde deseja enviar os fundos. Depois que a transação for confirmada, os fundos serão enviados para a carteira especificada.

Este guia descreve as várias transações de criptomoedas na Binance e na Huobi, incluindo depósito de fundos, compra e venda de criptomoedas e retirada de fundos. Essas plataformas oferecem maneiras convenientes e seguras de gerenciar seus investimentos em criptomoedas, permitindo que você aproveite o mundo inovador e de rápido crescimento das criptomoedas.

Guia passo a passo para usar a Garantex

Você pode adaptar essas etapas aos recursos específicos e à interface de usuário da Garantex:

Etapa 1: Registre-se e confirme sua conta

  • Navegue até o site da Garantex.
  • Clique no botão “Register” (Registrar) ou “Sign Up” (Inscrever-se).
  • Digite seu endereço de e-mail, crie uma senha forte e conclua o processo de registro.
  • Confirme seu endereço de e-mail e conclua todas as etapas adicionais de verificação de identidade exigidas pela Garantex, que podem incluir o fornecimento de informações e documentos pessoais.

Etapa 2: Proteja sua conta

  • Ative a autenticação de dois fatores (2FA) para obter uma camada extra de segurança.
  • Certifique-se de usar uma senha forte e exclusiva.

Etapa 3: Financie sua conta

  • Faça login em sua conta Garantex.
  • Encontre a seção “Fund your account” ou “Funding”.
  • Selecione a criptomoeda que deseja financiar (por exemplo, Bitcoin, Ethereum).
  • Crie um endereço de financiamento ou escaneie o código QR.
  • Transfira a criptomoeda de sua carteira para o endereço especificado.

Etapa 4: Negocie criptomoedas

  • Vá para a seção de negociação.
  • Selecione o par que você deseja negociar (por exemplo, BTC / USD, ETH / BTC).
  • Faça uma ordem de mercado ou de limite, especificando o valor e o preço pelo qual você deseja comprar ou vender.
  • Confirme sua ordem.

Etapa 5: Sacar criptomoeda

  • Vá para a seção “Withdrawal” (Retirada).
  • Selecione a criptomoeda e especifique o valor a ser retirado.
  • Especifique o endereço da carteira de destino.
  • Confirme a retirada.

Etapa 6: Acompanhe seu portfólio

  • Use a seção de portfólio ou conta para acompanhar suas posições e o histórico de transações.
  • Defina notificações ou ordens de stop loss se a plataforma as suportar.

Etapa 7: Explore os recursos da Garantex

  • Explore os recursos da bolsa, como staking, empréstimo ou outras opções de investimento.
  • Entenda quais taxas são cobradas para negociação, depósito de dinheiro e retirada de fundos.

Guia de uso das plataformas Bybit e OKX

Etapa 1: Registre-se e confirme sua conta

  • Visite o site da Bybit ou da OKX.
  • Clique em “Register” (Registrar) e siga o processo de registro fornecendo seu endereço de e-mail, senha e todas as informações necessárias.
  • Confirme sua identidade, o que pode incluir a verificação KYC (Know Your Customer).

Etapa 2: Proteja sua conta

  • Ative a autenticação de dois fatores (2FA) para aumentar a segurança de sua conta.
  • Use senhas fortes e exclusivas para sua conta Bybit.

Etapa 3: Financie sua conta

  • Faça login em sua conta Bybit ou OKX.
  • Encontre a seção “Assets” (Ativos) ou “Wallet” (Carteira).
  • Selecione a criptomoeda que deseja depositar (por exemplo, Bitcoin, Ethereum).
  • Crie um endereço de depósito ou escaneie o código QR.
  • Transfira a criptomoeda de sua carteira para o endereço especificado.

Etapa 4: Negocie criptomoedas

  • Vá para a seção de negociação.
  • Selecione o par que deseja negociar (por exemplo, BTC / USD, ETH / USDT).
  • Faça uma ordem de mercado ou de limite, especificando o valor e o preço pelo qual você deseja comprar ou vender.
  • Confirme sua ordem.

Etapa 5: Sacar criptomoeda

  • Acesse a seção “Assets” (Ativos) ou “Wallet” (Carteira).
  • Selecione a criptomoeda e especifique o valor a ser retirado.
  • Especifique o endereço da carteira de destino.
  • Confirme a retirada.

Etapa 6: Acompanhe seu portfólio

  • Use a seção “Assets” (Ativos) ou “Wallet” (Carteira) para acompanhar suas posições e o histórico de transações.
  • Defina notificações ou ordens de stop loss se a plataforma as suportar.

Transações seguras e protegidas de criptomoedas são essenciais para proteger seus investimentos em criptomoedas. Seguindo práticas como o uso de armazenamento seguro de senhas, ativação da autenticação de dois fatores e investimento em carteiras de hardware seguras, você pode minimizar o risco de roubo ou atividade fraudulenta. Também é importante pesquisar e escolher plataformas e bolsas de criptomoedas confiáveis, usar mensageiros criptografados e ficar atento ao compartilhar informações pessoais.

Estar informado e instruído sobre as medidas de segurança mais recentes é fundamental para manter suas transações de criptomoeda seguras e protegidas. Ao adotar essas práticas recomendadas, você pode aproveitar os benefícios do mercado de criptomoedas sem comprometer a segurança de seus investimentos.

Últimas notícias